sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

João Cândido da Silva


João Cândido da Silva nasceu em 11 de março de 1933, em Campo Belo-MG, numa família de 18 irmãos gerados por dona Maria, uma humilde bordadeira, que acumulava as funções de dona-de-casa e artista plástica. Nascida em Sorocaba, interior de São Paulo, migrou para a cidade mineira, onde teve os primeiros filhos, entre eles João Cândido.

Diante das dificuldades e privações que atingiam a família, Maria e seus filhos decidem partir para São Paulo em busca de uma vida melhor. Ao desembarcar na Estação da Luz no início da década de 1940, as crianças tiveram que dormir numa gafieira, pois os parentes que já moravam na Cidade não apareceram para recepcionar a família. João Cândido diz que as primeiras impressões sobre São Paulo provocaram-lhe um certo temor. Até então, o jovem estava acostumado com uma paisagem rural, muito diferente dos bondes e dos edifícios enormes que compunham o cenário urbano que agora vislumbrara.

Desde cedo, João demonstrava interesse pelas artes, enquanto sua mãe trabalhava em suas pinturas e esculturas, o jovem desenhava com carvão nas paredes da casa. Para impedir que o Cândido continuasse com a “sujeira”, Dona Maria passou a lhe disponibilizar alguns materiais de pintura como restos de tintas e pincéis velhos.

A partir daí, João Cândido inicia suas primeiras experiências com as tintas óleo e acrílica aplicando-as sobre os suportes mais variados possíveis. Os temas preferidos de João são as festas e manifestações populares como: o boi, a capoeira, o futebol, o carnaval e a folia de reis. Embora a pintura seja sua mais recorrente forma de expressão, o artista também é escultor; trabalha com madeira, papel, arame recozido entre outros materiais.

Fonte: http://artistasdeembu.com.br/artistas/Joaoc/Joaoc.html